Teste: Consumo do Dolphin GS na estrada em diferentes velocidades

Como não achei nenhum teste desse tipo, resolvi fazer um.

Escolhi um trecho de 10km da rodovia Anhanguera entre Vinhedo e Jundiaí. Realizei o teste zerando o Trip e reiniciando a curva de energia nas opções da multimídia a cada início de trecho. Tirei uma foto no final de cada trecho, como essa:

Mantive a velocidade constante em um percurso de 3 voltas (totalizando 60km). Fiz esse percurso em 3 velocidades diferentes, 60 km/h, 80 km/h e 100 km/h. O resultado está na tabela abaixo:

Uma coisa que percebi é que ao reiniciar a curva de energia somente o gráfico da curva é apagado, mas o consumo médio não é zerado, continua sendo o consumo dos ultimos 50km percorridos. Portanto para efeito de cálculo de autonomia usei somente a 3a. e última volta de cada percurso que já passava dos 50 km e não estava mais “contaminada”. Fiz um calculo de autonomia com este consumo, descontando (baixando) ainda 20% para eventuais perdas em subidas ou ultrapassagens em um cenário menos controlado. Resultado:

image

Como o limite de velocidade na Anhanguera é de 100 km/h, fiz uma extrapolação exponencial (o arrasto aerodinâmico é em função do quadrado da velocidade) para estimar a autonomia em velocidades superiores:

Dá pra notar que a velocidade tem uma influência pesada na autonomia. Se a pessoa tiver paciência, não for atropelada por um caminhão e conseguir manter uma velocidade máxima de 60 km/h vai ter uma autonomia de 500km! Por outro lado, se for pé de chumbo, vai fritar a bateria e a autonomia.

20 curtidas

Excelente post Julio!! neste caso é um uso 100% estrada e ainda foi bem econômico, imagino que no uso urbano ele deve ser mais econômico ainda, por causa das regenerações em descida. utilização do freio, e também a limitação de velocidade das vias urbanas

Fiz minha 1a viagem com meu Dolphin, 122km (ida e volta), carga bateria 100%,
regeneração alta, velocidade sempre que possível entre 80 e 100km/h, ar desligado, vidros abertos. O consumo foi de 31% da carga o que sugere uma autonomia de 393km.

2 curtidas

Parabéns pela paciência e excelente análise, Júlio!

2 curtidas

Show obrigado por compartilhar seus resultados

1 curtida

Palmas pra você, cara. Belo trabalho.

1 curtida

Proximo sabado, programada viagem bate e volta de Balneario a Curitiba, locais de recarga ja programados. Como é a primeira viagem mais longa, vamos atualizando os companheiros.

Julio, provavelmente você já deve saber, mas dá pra resetar também a média dos ultimos 50km… fica em outro menu.

Vitor, posso estar comendo bola, mas não achei essa opção.

Rapaz, tem sim. Pode fuçar lá na tela da multimidia… eu cheguei a zerar uma vez.

Ai que está a pegadinha… até zera na tela, mas o valor que aparece depois ainda é a média dos últimos 50km. A opção de zerar na multimídia só limpa velocidade média e tempo.

1 curtida

Esse foi linha média na cidade hoje

1 curtida

Sério? Pra mim limpou até aquele gráfico que aparece na multimidia, pra mim ele zerava o historico da média tb…

Sério? Pra mim limpou até aquele gráfico que aparece na multimidia, pra mim ele zerava o histórico da média tb…

Pois é, faz um teste: pega um dia que a média tá bem alta, zera pelo painel e dirige o carro bem lento e suave, vai continuar mostrando o valor alto na média, pelo menos comigo acontece isso. Não é como no computador de bordo dos carros a combustão, quando a gente zera o consumo é zerado tb.

1 curtida

Aquele gráfico eu fico perdido … pois ele sempre inicia em 15 … não sei porque … não consigo interpretar ele …kkk

Muito confuso aquele gráfico mesmo.

Voltando hoje de Curitiba para Balneario, é possivel isso, tendo visto que aempre o consumo se posiciona entre 11.3 e13.2?

1 curtida

Wow, que montanha russa emocionante! Olhando para esses 4,7 kwh/100km, parece que a gravidade realmente não é nada para ser temido.

Tbem achei estranho, para isso a intenção da foto, para ver se algum dos especialistas presentes no fórum, que tudo sabem e que norteiam nossas ações, conseguem explicar.

2 curtidas