WallBox pode ser um possível vilão na equalização da Batéria

Nesse vídeo, o rapaz teve um prejuízo alto por conta de não fazer a equalização da bateria. Como deve ser a maneira correta de carregar, equalizar e de quanto em quanto tempo deve ser necessário essa equalização?

Ainda não tenho 100% claro o procedimento para a equalização conforme descrito no manual

Meu entendimento e não se se esta correto é:

A cada 6 meses ou 70 mil km ( meu carro já esta com 11 mil km com 4 meses de uso então o periodo de equalização esta bem próximo)

1 - Deixar o carro chegar a uma carga entre ± 15
2 - Realizar uma carga completa até 100%
3 - Realizar logo na sequencia uma nova descarga até 15%
4 - Fazer uma nova regarga até 100%

Outro ponto que não esta muito claro é se posso fazer esta carga com o WallBox ou se devo fazer a recarga com baixa amperagem com carregador portatil

Vejam este video sobre equalização

Eu não acho que é culpa do wallbox, até porque ele nem é tão rápido assim.

Mas o que estão confundindo é calibração, procedimento que tem que ser feito a cada 6 meses ou 70mil km com equalização.

Calibração está relacionado com saúde da bateria, onde ela vai atualizar a tabela de carga máxima e carga mínima, baseado na saúde das células.

Equalização é manter as células em mesma carga para evitar desgastes diferentes em cada células.

Sobre equalização no manual do dolphin:
“Antes de concluir a recarga, de modo a aumentar a vida útil da bateria, a função de equalização da bateria será ativada e isso pode resultar em atraso no tempo de recarga.”

Ou seja ele habilita a equalização em carregamento, provavelmente acima de 90%, até 99% (estratégia mais comum que vi nas BMS de veículos elétricos, por não atrasar tanto a recarga, a equalização sempre é lenta)

O que estraga mesmo é deixar cair a 0% pois aí vai no limite mais fácil.

3 curtidas

Assisti o vídeo. O problema foi ele zerar a bateria, ele mesmo comenta que fez isso várias vezes. Isso detona a bateria mesmo

As células são equalizadas pelo BMS no fim da carga, depois de 98%. É só colocar um scanner para notar que a tensão das células sobe mais no fim da carga, essa é uma característica da LFP.

Wallbox não é o vilão da história, até porque seria um tiro no pé da BYD entregar junto com o carro um equipamento destruidor de baterias…

O interesse é que já tem oficinas especializadas em baterias. Nada como oferta e demanda.

3 curtidas

Eu particulamemte cansei um pouco de isso pode, isso não pode, vai viciar…

Fazer igual minha esposa fala carrega e dirige…

Daqui um tempo veremos, uso somente carregamento rapido. Unica coisa que me policio é carregar de noite ou bem cedo, sem muito sol…

1 curtida

Sobre os 6 meses e ou 70 mil esta no manual este tem que ser feito

Seobre o carregamento rapido, o carregalento via WallBox é considerado um carregamento lento

Esse caro do Vídeo é sensacionalista demais.

não consigo entender de onde vem o sensacionalismo. Em nenhum dos dois vídeos postados nesse tópico.
Informação é sempre bem vinda, cabe a nós saber filtrar e ver o que vale ou não a pena.

1 curtida

Concordo contigo, Julio. Ele ter zerado a bateria algumas vezes foi um grande problema, fora que a bateria, do carro dele é uma outra tecnologia… Mas de qualquer forma é bom ficar ligado nessas situações, acontecidos com outros proprietários de carros elétricos.

Blz pessoal, mas qual seria o procedimento passo a passo após 6 meses ou 70 mil km?

1 - Deixar a bateria descarregar até X% ?
2 - Fazer uma carga lenta ou pelo wallbox?
3 - Deixar carregar ate 100%?
4 - Ptrecisa repetir a descarga até X% ? e faze uma nova recarga completa?

Poderiamos deixar um passo a passo aqui neste topico para que todos possam seguir quandfo chegarem neste período

1 curtida

Ótima sugestão. No meu caso que sou uber, tenho que me atentar ainda mais a isso.

Cara, eu ja vi em dois vídeos falando que quando for fazer esse procedimento, o carregador portátil é melhor para o balanceamento das baterias. A minha dúvida é em si como fazer.
Vou mandar um vídeo aqui de uma pesquisa feita nos Estados Unidos, informando sobre a importância de fazer a equalizaçāo e como fazer. Parece que descarregar a bateria até X%, e depois deixar ela descansar por X tempo, é de grande importância. E vai de encontro com as informações que o rapaz do segundo vídeo fala.

Eu sou completamente a favor de seguir os procedimentos que a montadora passa. Só que eu tô achando as informações um pouco vagas, pra algo tão importante.

Também já vi esta recomendação para a equalização fazer carga e descarga com um carregador portátil lento para ter obter o melhor resultado

Esse estudo de Stanford do vídeo se refere a baterias de metal de lítio, não de ions de litio como as nossas (LFP). Essas baterias têm eletrodo diferente, seu ânodo é de metal de litio. E essa pratica de zerar a bateria vai afastar micropontos de litio que formam em volta desse ânodo e são responsáveis pelo rápido decaimento dessas baterias. Essa agregação chama-se SEI (solid electrolyte interphase) e não ocorre nas baterias de LFP, como as nossas, que têm ânodo de grafite.

Isso pode viabilizar baterias de metal de lítio, que teriam o dobro da capacidade e menor peso que as de LFP (o grafite é mais pesado que o lítio), e passariam a ter duração decente.

Mas o importante é entender que esse procedimento de zerar não só não ajudará a aumentar a vida útil das nossas baterias, como pode diminuí-las, e afetar a garantia, eventualmente.

Quanto à ideia de carga lenta após chegar nos 10%, se confirmada cientifica / oficialmente, para aqueles que não têm carregador portátil (como eu), mas têm o wallbox, lembro que se pode abrir o mesmo e inverter a chave 1, para restringir a corrente a 16A, cfe reportado pelo @Roluber

3 curtidas

Para quem não tem carregador portátil, uma opção é mudar a chave do wallbox para 16A.
O procedimento é o mesmo descrito em outro tópico que ensina como eliminar o uso do Smartcard.
Mas sinceramente, acho excesso de zelo. A recarga até 7Kw do wallbox já considerada uma recarga lenta e vai ser o suficiente para equalizar tranquilamente a bateria.

3 curtidas

Se alguém que entende inglês dos 2 videos, tá aqui uma explicação sobre balanceamento de baterias.

Entendi que as baterias da BYS devem ser carregadas até 100% para um bom balanceamento entre as células. Como o manual diz, a cada 6 meses ou 70.000km carregar e descarregar completamente a Bateria.
Ele está usando o wallbox mesmo. Não menciona carga abaixo do wallbox, que como alguns mencionaram também é carga lenta.

1 curtida

Esses dois vídeos apenas confirmam o que já foi exaustivamente discutido aqui no fórum. Em resumo:

  • O manual da BYD é escasso em detalhes, então uma pesquisa adicional sobre as baterias é necessária para entender o comportamento.
  • O carro faz o balanceamento das células entre 99 e 100%.
  • A carga até 100% é segura para baterias tipo LFP e recomendada para o balanceamento.
  • Tem que fazer uma recarga profunda pelo menos a cada 6 meses, como descrito no manual

Tirei umas fotos hje num carregador de 30kw(cpfl-campinas)… só pra ilustrar o balanceamento, e que até 30kw, ele só reduz a potencia no balanceamento, logo o de 7kw não faz nem cocegas na bateria pra precisar reduzir a potência acima de 80% de carga.




2 curtidas

De fato, a BYD deixa muito a desejar nas informações mais detalhadas sobre o balanceamento da bateria. Foi o motivo pelo qual abri esse tópico.
Sobre o balanceamento dos 99 a 100%, eu já sabia, mas já sobre o balanceamento a cada 6 meses, ou 70mil Km, tenho bastante dúvidas de como fazer.

Eu so carrego no rápidos. Uma vez por semana.
Vai dar 3x ao mes e 36x ao ano. Entao daqui 8 anos terei 288 ciclos de recarga. Bem abaixo dos 3000 ciclos que a BYD fala em maximo suportado.